Black Album- 25 anos!

metallica___the_black_album___by_jeek31-d31hgpa

Se o Metallica hoje é considerada uma das maiores bandas de rock/metal do mundo, muito desse mérito é do álbum homônimo lançado em 18 de agosto de 1991, que é mais popularmente conhecido por Black Album.

Ao mesmo tempo que esse disco catapultou a popularidade da banda, ele também foi o primeiro a dividir as opiniões dos fãs, pois muitos deles não receberam bem o novo direcionamento musical do Metallica na época. O característico instrumental intricado, extremamente técnico e agressivo dava espaço para estruturas mais simples  e lineares, com riffs mais lentos e cadenciados. As músicas tinham um apelo mais comercial, além do disco possuir mais baladas e nada mais tinham a ver com o thrash metal visceral que a banda praticava nos anos 80. Outro aspecto que mudou, esse para melhor, foi que James Hetfield estava cantando muito bem, com mais segurança e técnica.

Porém, mesmo fugindo de sua sonoridade habitual, o álbum possui qualidade de sobra.  Trabalhando com o produtor Bob Rock, a banda parece ter se reinventado na forma de pensar suas composições. Sem amarras que os prendessem ao thrash, Black Album abre o play com Enter Sandman, uma música empolgante com um ótimo refrão, sensacional! Outro destaque é Sad But True, que possui uma cadência já característica da banda, como na faixa The Thing That Should Not Be, do Master Of Puppets. Whatever I May Roam é outra das melhores músicas da banda e as baladas Nothing Else Matters e The Unforgiven também caíram na graça dos novos fãs.

Metallica-1991

Muitos torceram o nariz para a nova sonoridade e até acusavam a banda de traidores, mas para cada fã que o Metallica perdia, apareciam outros 10. Partindo em uma turnê gigantesca, talvez uma das maiores da época, a banda seguiu essa direção musical em Load, e Reload, mas isso fica para uma outra história. O importante é que o Metallica alçou voos muito altos com esse disco, que é considerado um dos melhores dos anos 90. Black Album não possui a fúria do Kill ‘em All, nem a complexidade do And Justice For All. Mas nem precisava, as músicas falavam por si só.

O DVD “Metallica – Classic Álbuns”, da ST2,é uma boa pedida para quem quer saber mais detalhes e curiosidades sobre o processo de gravação do disco. Outro material que vale assistir sobre a banda na época é o  “A Year and a Half in the Life of Metallica”, documentário que cobre a época de produção do Black Album e sua turnê de divulgação. Teve a produção de Julia Roberts e direção de Adam Dubin.

Deixe nos comentários o que você acha desse grande clássico e compartilhe nas redes sociais!

Comentários no Facebook